Edulcorantes e adoçantes light: que tipos existem, quais são as suas vantagens e desvantagens para emagrecer

Adoçantes e edulcorantes artificiais e naturais, qual te convém escolher? Descubra que componentes são saudáveis e quais não, quantas calorias têm, que tipos existem e opiniões sobre o seu uso. Da stévia até o ciclamato de sódio, passando pela sacarina e a sucralose: escolha o mais adequado para o seu plano de emagrecimento.

Quando você começa uma dieta para emagrecer, uma das primeiras medidas que você toma, certamente, é suprimir o açúcar e substituí-la por um edulcorante natural ou artificial. Mas você tem claro realmente qual escolher e por quê? Você pode encontrar uma grande variedade de adoçantes, mas nem todos são zero calorias ou edulcorantes saudáveis. De fato, muitos destes produtos são muito controversiais, especialmente se são sintéticos, já que existem investigações que denunciam a existência de edulcorantes cancerígenos aprovados pela OMS e a FDA.

Conheça os tipos de edulcorantes mais populares

Provavelmente a forma mais simples e prática de classificar estes produtos seja identificar os edulcorantes naturais e artificiais. Edulcorantes naturais ou adoçantes

  • Sucralose: devido à sua composição química (se obtém processando a cana-de-açúcar) e a que não deixa sabor metálico, você pode utilizá-la para cozinhar. A marca mais popular é Splenda.
  • Dextrosecomo tem menor poder adoçante que outros, este edulcorante derivado da frutose se costuma utilizar em combinação com outros. Você pode encontrá-lo em produtos das marcas Splenda, Equal e Nutrasweet.
  • Stévia: é o edulcorante natural que melhor reputação tem, devido a que se lhe atribuem muitas propriedades e não tem contraindicações se você o consome em doses adequadas. Se você procura um edulcorante seguro, esta é uma excelente opção.

Edulcorantes artificiais ou sintéticos

  • Aspartame: é um dos mais controversiais, porque existem várias investigações que apontam vários efeitos secundários e o acusam de ser um edulcorante cancerígeno. No entanto, está aprovado pela FDA e é um dos mais utilizados em produtos zero calorias (sobremesas, iogurtes, bebidas, etc.). Não é apto para cozinhar.
  • Ciclamato de sódio: é outro produto que foi acusado de ser um edulcorante cancerígeno, e de fato está proibido em muitos países do mundo. Mas existem algumas marcas, como Coca-Cola Zero, que continuam utilizando-o nos lugares nos que está permitido, porque não fornece calorias.
  • Sacarina: também foi apontada como um edulcorante cancerígeno, por isso foi proibida em alguns países, como Estados Unidos e Canadá. Atualmente você pode encontrá-lo em marcas populares como Hileret e Chuker.

Lembre-se que os edulcorantes não só estão nos produtos para adoçar, mas também em muitos produtos dietéticos. Por isso, ao comprar bebidas, sobremesas e outros doces sem açúcar ou baixos em calorias, não se esqueça de revisar as etiquetas para corroborar que tipo de edulcorante têm.


Se você quer saber mais sobre cada um destes edulcorantes para emagrecer, nesta categoria com certeza você encontrará o que precisa. Só leve em conta onde procurar.

  • Em primeiro lugar você encontrará informação específica sobre os edulcorantes mais populares, organizada em seções e listas curtas.
  • Em segundo lugar você poderá encontrar informação geral sobre tipos de edulcorantes, quais são as diferencias entre uns e outros, quantas calorias têm, que contraindicações são atribuídas a eles, quais são melhores para o diabetes e muito mais.

Já sabes que edulcorante escolher?

Por que o ciclamato de sódio é tão questionado?

Ciclamatos como edulcorantes artificialesO ciclamato de sódio é um edulcorante artificial. Desde a sua descoberta, sempre teve seus detratores e defensores, é por isso que sempre existem perguntas latentes como por que o ciclamato de sódio é tão questionado? Quais são as contraindicações do ciclamato de sódio? Descubra, analise e tire suas próprias conclusões. Continua…