A “chave mestra” para emagrecer, sob a lupa da ciência

O gene FTO seria o responsável

Sabia que se acaba de descobrir uma interessante questão em torno à perda de peso? Ao que parece, existe uma espécie de “chave mestra” que poderia ativar o emagrecimento. Leia o artigo e descubra mais a respeito.


1-1256217176zbgk

A obesidade é um dos maiores problemas de saúde da população mundial. Embora a porcentagem varie segundo o país (o que condiciona os costumes alimentares), o certo é que este problema de saúde está diretamente ligado ao sedentarismo, que pode produzir depressão. Além da alta quantidade de gordura no seu corpo, pode provocar outros problemas de saúde como diabetes (pela glicose alta), hipertensão, colesterol, problemas cardíacos e respiratórios, entre outros.

A melhor forma de sair deste problema tão grave é escolher um estilo de vida mais saudável, eliminar os alimentos ricos em gordura e açúcares, somado a uma vida mais ativa. Mas esse não é o único segredo, seu metabolismo também pode influenciar. Talvez você conheça alguém que come mais que você, menos saudável e que não mexe um fio de cabelo, e no entanto não engorda. E aqui é onde os cientistas acreditam que está a diferença, o metabolismo e a genética seriam a “chave mestra” para emagrecer.

O gene FTO

Um gene denominado FTO estaria estreitamente vinculado com a obesidade. Em primeiro lugar está conectado aos circuitos cerebrais que controlam o apetite e te exigem se exercitar.

Uma investigação realizada na Escola de Medicina de Harvard revelou que o gene FTO age sobre as células de gordura, mas sem envolver o cérebro. Se estudaram genes de mais de 100 tecidos e tipos celulares, assim descobriram que há um importante quadro de controle nas células dos adipócitos que se transformam em gordura. Mas o corpo de cada indivíduo funciona diferente e as diferenças genéticas poderiam significar também diferentes formas de armazenar e queimar as gorduras.

Isto levou à ideia de criar um medicamento que controle estas células nas pessoas que funcionam de modo negativo no armazenamento de gordura, ou seja, que quando te fazem engordar.

Manipulando as células FTO de pessoas com obesidade se poderiam controlar de modo que os genes que promovem o armazenamento de gorduras se apaguem. Também se poderia controlar o armazenamento da energia, tudo isso significaria que a cura para a doença estaria mais perto do que nunca.

Mas não se emocione, estes são resultados preiminares de investigações de laboratório, agora o que segue é o estudo da clínica, ou seja, como levar estes resultados a um comprimido que você possa adquirir nas farmácias.

Esta nova e quase mágica fórmula é denominada “interruptor mestre metabólico” e, embora falte um longo trecho para lançá-la ao mercado, é um excelente começo (e muito positivo) para encontrar a cura contra a obesidade.

Você acha que pode existir uma "cura" para emagrecer?

Veja resultados

Loading ... Loading ...



Um comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google+ ou, se preferir, fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Loading Facebook Comments ...
Comente no Perder peso - Remédios, dicas e truques para perder peso
2017-12-29 23:43:08

Obrigado!

Eu gosto: Thumb up 0 Thumb down 0

 

Avisar-me quando houver novos comentários!

Comente no Google+

MENSAGEM IMPORTANTE

A missão de APP e seus colaboradores é te ajudar a estar informado, NUNCA substituir a consulta médica.